segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Somos invencivéles nos tunéles

Provavelmente, os nossos leitores dotados de capacidades intelectuais acima da média estão, neste momento, a ler e reler o título sem o perceberem. Pois aviso-vos desde já que este post vai ser escrito em “jesuês”, vocabulário próprio do treinador do benfica, e que, obviamente, não pode ser considerado uma consequência do baixo nível da pessoa em questão, mas sim toda uma revolução na Língua Portuguesa. É um homem muito à frente do seu tempo, como sabem.

(colocar chiclete na boca para facilitar a compreensão)

Prontos, então vamos lá falar dos tunéles. Toda a gente sabe que nós, no Porto, somos invencivéles nos tunéles. Todas as grandes histórias de tunéles estão relacionadas com o FCP e foi assim que ganhámos uma certa fama. Não me incomoda que me digam: “ah e tal porque o teu clube só faz asneiras nos tunéles”. Sim, e daí? O fair-play é uma treta.

O problema é que, nos últimos anos, os tunéles deixaram de ser controlados pelo forno interno do meu clube. Começaram a suceder-se histórias de jogadores vermelhos que faziam isto, que faziam aquilo, e eram mesmo bons a fazê-lo! Há quem diga até que o Rui Costa conseguiu despedir o jornalista que contou o que ele fez naquele jornal que dizem que é do sporting, mas que, enfim, de vez em quando, passa por um processo de neutralização do benfica.

Daí que o que se passou no tunél da luz me deixe entusiasmada com o recuperar de um velho mito do futebol português. Afinal, a capacidade de implosão dos meus jogadores ainda é melhor que a dos vermelhos, estou muito orgulhosa!

E eu, que sou a melhor do mundo e até já recebi um prémio da Soccerex... Ai não é um prémio? Ui, disfarça. Bem, eu que sou a melhor do mundo e sei disso, vou propor uma série de castigos. Pode ser que ajude a pobre CD da Liga, que está tão atarefada nesta altura que nunca mais se decide.


Hulk e Sapunaru: pena de morte por enforcamento, conforme solicitado em “A Bola”.

Helton, Fucile, Rodrigues e todos os que passaram por lá por acaso: prisão perpétua, conforme pedido do “Record”.

Restante plantel: 20 chibatadas em praça pública.

Jesualdo Ferreira: três anos de prisão, pena que pode ser alargada se vier a ser mais vezes campeão pelo Porto.

Pinto da Costa: irradiado do futebol, a pedido de todos os que já se sentiram comidos por ele.

O senhor que limpa as chuteiras: apresentação diária no túnel da luz.

Adeptos, simpatizantes e todos os que têm algo a ver com o FCP (menos o presidente do benfica, que é sócio, mas não conta para efeitos de castigos da CD da Liga): proibição de festejar qualquer título.


Quero agradecer a ajuda do meu pai na elaboração desta proposta e, já agora, o apoio dos motocards da Amadora.

Estarei muito atenta aos castigos e restantes tentativas de nos abalar, que certamente se irão amontoar até ao final da época. Tão certo como três pessoas poderem fazer um quadrado! Estou mais do que habituada a este órgão da Liga que só castiga jogadores do Porto. Eu sei o que são sumaríssimos e tunéles e todas essas coisas que arranjam para nos tentar derrubar. Só nos resta ganhar no relvado. Porque o Porto ganhar na secretaria, só se for na Playstation.

9 comentários:

  1. Ai o choradinho... Vai lá ver o historial de sumaríssimos desta comissão disciplinar da liga.

    ResponderEliminar
  2. Como diz aquele sr realizador e também comentador do benfica "Em condições normais, o benfica vai ser campeão". Por isso Cat, nem vale a pena dizer mais nada...

    ResponderEliminar
  3. Eu orgulho-me de ser do único clube português que teve um castigo por simulação de penalty. E tu?

    ResponderEliminar
  4. Obviamente, é uma maneira de dizer

    ResponderEliminar
  5. Eu reformulo, então: orgulhas-te de algo que não é verídico. Djalmir já foi suspenso nas mesmas condições (Simular um penalty que deu pontos à sua equipa)

    ResponderEliminar
  6. Pronto, então houve duas simulações de penalty na história do futebol português

    ResponderEliminar
  7. Esse regulamento, que o teu clube aprovou, entrou em vigor na época passada. Não me lembro de muitas mais situações de simulações de penaltys que tenham valido pontos, desde essa altura. Se o regulamento está mal feito é outra coisa, mas até o teu clube votou a favor...

    ResponderEliminar