segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Eu só quero Benfica Campeão!

Faltam dez jornadas, um  terço do campeonato. Mais pontos, mais vitórias, melhor ataque, melhor defesa. Mas, ainda assim, falta um mundo para o que tanto desejamos. Acredito que o Benfica é a melhor equipa portuguesa. E, também eu, pessimista militante, já saí da caverna do negativismo e acredito que vamos ser Campeões. Apesar disso, acho que vamos sofrer estupidamente até lá.
Primeiro porque este tem sido um campeonato em que três equipas estão com números muito acima da média, com muito poucos pontos perdidos. Depois porque temo uma quebra física do Glorioso. Tenho medo que a Liga Europa, com os seus milhares de jogos na fase decisiva da coisa, nos leve para um poço sem fundo. Não se pode estar bem lá fora sem estar bem em casa. E mais vale um pássaro na mão do que dois a voar. Quero é ser Campeão. O resto são tretas.
Terceiro, e esta é a mais importante de todas as razões: porque ninguém quer, para além de nós, que o Benfica ganhe. Ninguém. Aliás, daí vem todo o ruído desta época. O Benfica vencer é contra o sistema, é contra as regras impostas. Daí que, quando o Benfica vai à frente, um "notável" azul e branco lance um livro sobre o caso Calabote (que foi há mais de 50 anos e aconteceu num ano em que os azuis foram campeões, tal foi a influência directa do bicho. Já sobre os Calheiros há poucas peças literárias do mesmo autor.). O Benfica ir à frente faz com que a decadência verde e branca venha finalmente ao de cima (quase 30 anos com dois campeonatos ganhos são um dado que sempre ficou escondido debaixo da crise Benfiquista). O Benfica ir à frente faz com que o presidente do Braga mande bocas, avise que os seus jogadores vão ser assediados, que não precisa de antecipar jogos, isto quando o seu clube devia ter começado a segunda parte do jogo contra o Benfica com 8 contra 11 segundo as imagens, mas começou com 10 contra 10. O Benfica na frente faz com que cada lançamento de linha lateral nos nossos jogos seja esmiuçado, com que cada lance seja gritado histerica e loucamente.  O Benfica ir à frente faz com que a principal claque do clube cujo presidente o país ouviu a dar indicações a um árbitro para chegar a sua casa escreva "Falsidade e Roubalheira" a vermelho, tal é a raiva, tal é o desespero que têm para não nos ver a ganhar.
Durante anos e anos deixámos que os anti se rissem e festejassem as nossas classificações e equipas medíocres. O tempo que passou foi tanto que eles se habituaram. O Benfica ganhar é algo de estranho para eles. Vai contra aquilo que demoraram anos a construir (da maneira que todos conhecemos). Daí que quando o Benfica ganha uma Taça da Liga com um penalty mal marcado árbitro tenha que pedir desculpa (nunca, em toda a minha vida, um árbitro pediu desculpa por nos roubar. A lista é infinita).
Este é o nosso principal adversário: o ruído que todos vão fazer para tentar com que o Benfica não seja Campeão. É preciso não esquecer que, apesar da proporção não ser essa, para cada comentador Benfiquista há dois Anti Benfiquistas e que vamos ter que ouvir a campanha a dobrar até ao fim.


Faltam dez jornadas, temos melhor equipa.
Vamos a eles, Rapazes. Sem medos.
Força Benfica!

1 comentário: