terça-feira, 9 de março de 2010

Esta é para vocês, pipoqueiros

Hoje não vou descarregar a minha fúria nem no árbitro (tudo começa com um fora-de-jogo que não foi assinalado), nem no treinador (com aquela entrada surpresa na mouche), nem nos jogadores (um dia conto-vos a minha teoria sobre o Porto estar a jogar sem guarda-redes há uns anos). Hoje, os cinco golos do arsenal, o afastamento da Liga dos Campeões e a humilhação do Porto vai directamente para os adeptos do meu clube.

Não vou falar para "nós" pela seguinte razão: eu não sou nem nunca hei de ser uma pipoqueira. Eu não passei a ir ao Dragão porque é mais "confortável" do que as Antas. Eu não como pipocas durante o jogo, porque normalmente estou a ver o jogo e não passa nada na minha garganta. E, fundamentalmente, eu nunca fico contente quando o Porto perde. E "vocês" ficam.

"Vocês" chegam ao Dragão, sentam-se na vossa cadeirinha super fofinha e começam logo a dizer mal de alguma coisa. Ou é o treinador que não mete o não sei quantos, ou é o jogador que não é o Maradona, ou é a equipa que não joga aquele "futebol espectáculo" para o qual "vocês" pagam bilhete.

O jogo começa e têm de assobiar alguém. O Mariano, o Hulk, o Jesualdo, o Zé António, seja quem for. O que é bom é assobiar. E depois:

a) o Porto ganha. E "vocês" gritam e saltam, mas avisam que assim não vamos longe, por isso no próximo jogo têm de assobiar mais.
b) o Porto não ganha. E "vocês" ainda ficam mais contentes, porque tinham razão. E há que assobiar mais no próximo jogo.

Não estou a exagerar. Eu já ouvi assobios em jogos em que o Porto já era campeão. Eu ouvi assobios nos jogos que só serviam mesmo para festejarmos o facto de sermos campeões. E por assobios entenda-se não só o acto de assobiar propriamente dito, mas todo aquele mal-dizer, aquela má-vontade, aquele falso portismo que virou moda.

"Vocês" precisam destas derrotas. Precisam de levar cinco do arsenal e de ficar afastados do Penta a nove jornadas do fim. Eu diria mais: "vocês" MERECEM isto. Sempre "vocês", não "nós".

"Nós" choramos, insultamos árbitros e não dormimos de noite. "Nós" sabemos criticar a equipa, porque percebemos de futebol, mas sabemos que mais importante do que isso é mantermo-nos fiéis a nós próprios. "Nós" estamo-nos a cagar para o "futebol espectáculo", só queremos que o Porto ganhe. "Nós" temos a barriga a dar voltas durante 90 minutos e não conseguimos comer pipocas. "Nós" nunca, mas nunca, deixamos de ter orgulho em ser do Porto.

E assim, "vocês" estão mesmo a precisar de ficar um ano sem ganhar nada. Sim, um ano, leram bem. Porque os outros "vocês", os que se querem convencer que isto é "o fim de um ciclo", bem se podem preparar. Já o disse e repito: o Porto nunca fica muito tempo sem ganhar.

8 comentários:

  1. Simplesmente fantastico, Nos somos a 12 elemento estamos sempre la. Mesmo triste, desiludida continuo a ter orgulho em ser portista.
    SU

    ResponderEliminar
  2. Como aqui não há o "gosto disto", digo que concordo plenamente ;)

    ResponderEliminar
  3. Não concordo , pela primeira x não concordo contigo... É verdade que o publico muita das x transcende-se na forma abusiva como se comporta perante a equipa mas a culpa desta vez .. é totalmente dos jogadores.. convido-te a ver quantos campeonatos ganhou o FC Porto em vésperas de mundiais....eles já estão a pensar nas selecções... esses cabrões.. quem lhes paga os ordenados é o FC Porto e eles já estão de cabeça no mundial ... começo a achar que ou acabam com as selecções ou há muitos clubes prejudicados com elas... porque eu não vou sacrificar o beneficio do meu clube por uma selecção

    ResponderEliminar
  4. Antes de mais, parabéns C. e M. pelo blog. Tem um formato muito interessante :-)

    Quanto ao texto, bem, eu não acho que algum portista fique contente quando o Porto perde. Claro que todos preferimos ver a nossa equipa a jogar bem e a ganhar, mas se tivermos que optar por apenas uma das hipóteses, o "ganhar" vence sem sombra de dúvida. Logo, também não acho que alguém mereça esta derrota, muito menos os adeptos, sejam eles "pipoqueiros", "claqueiros" ou de outra espécie qualquer.

    Como não percebo exactamente qual é a distinção entre os apelidados de "pipoqueiros" e os "nós", não vou falar deste ponto do texto.

    O que eu queria mesmo ressalvar, e foi por isso que vim aqui comentar, é que o Porto que jogou em Londres não parecia o Porto. Aquele Porto com raça e capaz de surpreender. Aquele Porto que, 6 anos antes, fez o que fez em Manchester. Enfim, aquele Porto a que estávamos habituados e que nos custa esquecer.

    Muito coisa vai mal pelos lados das Antas. Coisas que uns querem silenciar, outros disfarçar, e que outros nunca ouviram falar. Jogadas estranhas, jogadas sem lógica, jogadas que fogem às regras do jogo...

    Enfim, não choro, não insulto os árbitros e durmo bem de noite (lol). Percebo de futebol, sou crítica, quando necessário, e tenho um orgulho imenso no meu clube e em "pertencer-lhe". Quero (muito) o Porto campeão de volta, se possível a jogar bem, com poucos esquemas e muita ambição. Não sei qual é o caminho a percorrer, mas sei que muito tem de mudar.
    E também queria que o Porto ainda fosse campeão este ano (lol), não precisamos de derrotas para nada!

    :-)

    ResponderEliminar
  5. Garanto-te que conheço muitos que ficam contentes. Não é, provavelmente, como a definição que vem no dicionário, mas é aquele contente de "eu tenho razão..."

    A minha distinção não tem nada a ver entre "pipoqueiros" e "claqueiros". Os "claqueiros" também assobiaram e insultaram e agrediram e afins em muitos anos em que o Porto foi campeão. Aliás, nunca me hei de esquecer do célebre FCP-real madrid do ano em que fomos campeões europeus. Lembras-te? Incrível.

    No meu "nós" cabem todos aqueles que ao lerem este texto se identificaram. "Nós", obviamente, porque não somos atrasados mentais, não gostámos de ver aquele Porto em Londres, em alvalade, no dragão, etc. E sabemos dizê-lo, escrevê-lo, o que for preciso.

    "Nós" também não somos ingénuos. Há problemas no Porto, claro, senão a história seguia o seu rumo natural e ganhávamos tudo. Só não achamos que falar disso a toda a hora e esquecermo-nos de que "somos todos Porto" ajude alguma coisa.

    Resumindo, "nós" estamos calmos, porque sabemos que o Porto vai voltar a ganhar muito, muito brevemente.

    Cá estaremos para ver o que muda, mas continuo a achar que este ano vai fazer bem a muita gente. E contra mim falo. Fomos campeões durante quatro anos seguidos e eu só festejei verdadeiramente o primeiro, porque não tinha sido campeã no ano anterior. Eu também desvalorizo as vitórias. E, por isso, achei importante valorizar esta derrota.

    ResponderEliminar
  6. Eu fico contente!

    E para o ano cá estaremos para ver como é que é, para contar como é que foi! :P

    P.S. Oublá... quem é que te disse que percebes de futebol, hein???

    ResponderEliminar
  7. Catraia tens escrito umas coisas interessantes, do penta este ano já não se livram. Primeiro foi o engenheiro e agora o professor :P

    ResponderEliminar