sexta-feira, 14 de maio de 2010

Os meus pêsames à família do adepto que não morreu

A benfica TV, esse grande órgão de comunicação social de referência, deu e continua a dar a notícia: ontem morreu um adepto benfiquista que foi espancado no domingo em Braga, quando festejava o título. Atrás da benfica TV foram - esses sim, órgãos de comunicação social de referência - o Público, a Renascença, o Sol, etc, etc. No entanto, a PSP e os hospitais de Braga e de S. João, no Porto, já desmentiram a “notícia”.

Que fique claro: não morreu nenhum adepto do benfica espancado por adeptos ou do braga ou do Porto, como a televisão oficial desse clube quis fazer crer. E é gravíssimo que a imprensa nacional se baseie na benfica TV sem confirmar com outras fontes. Mas a questão que agora coloco, como adepta e não jornalista, é: porquê fazer isto?



Que a benfica TV serve apenas e só para alimentar a fé do povão, utilizando para isso meios nada jornalísticos, já toda a gente sabia. Que no canal se vêem tertulianos com palavras telecomandadas à distância por Luís Filipe Vieira ou comentadores bêbados que dificilmente teriam decência para se sentar sequer numa bancada, quanto mais num estúdio, também não é novidade. Mas porquê “matar” alguém?

A propaganda benfiquista tem sido, este ano, e faço-lhe a minha vénia, muitíssimo bem conduzida pelo maestro Rui Costa. A comunicação social está mais domada do que nunca, os túneis funcionam às mil maravilhas, o povo está feliz e o benfica é campeão. E o alvo é sempre mais do que claro: o Porto.

O ambiente entre adeptos do Porto e do benfica nunca esteve tão incendiado e, apesar de obviamente terem sido os dois lados a contribuir para isso, vemos agora que há um que não tem limites. É que “matar” alguém não é propriamente o equivalente a mandar umas bocas, como Pinto da Costa faz, apesar de o quererem calar.

Urgem, pois, as consequências. Um desmentido nunca vai ser suficiente. A benfica TV não pode continuar a inventar mortes e sabe-se lá mais o quê, aumentando as ameaças que pairam no ar já para o jogo do próximo domingo.

Eu aviso: se o Porto ganhar, vai haver uma Supertaça no Verão com o benfica, em campo neutro. O que significará mais problemas. E repito o que já escrevi depois da final da Taça da Liga: qualquer dia alguém não vai parar de bater e vamos ter mortes a sério. E aí, tanto a benfica TV como a imprensa que a seguir, vão mesmo ter de dar os pêsames a uma família.

4 comentários:

  1. Acreditas mesmo em tudo o que tens escrito ?
    Vocês portistas são um "case-study".

    ResponderEliminar
  2. "a comunicação social portuguesa está cada vez mais domada pelo Benfica" ou "Sócrates quis pôr o Benfica como clube de regime". Uaau, tu e o Pinto de Costa têm a mesma linha de pensamento! Preocupante, tendo em conta que o sr. está a caminhar para a demência.
    Como jornalista que dizes ser desafio-te a conheceres os vários lados da "estória". podes começar por aqui: http://redpass.blogspot.com/2010/05/ninguem-morreu-felizmente-foi-so-mais.html

    ResponderEliminar
  3. Oh Catarina, eu tinha-te por uma pessoa informada...

    ResponderEliminar
  4. qualquer dia temos que lhes fazer a vontade... já as andam a merecer...

    ResponderEliminar