terça-feira, 11 de maio de 2010

Proibido a menores de 1,50m

Da lista de 24 que Queirós apresentou ontem, salvou-se um grande motivo de celebração lá em casa: o anão Moutinho não vai. O que é de uma grande injustiça, porque ele até nem ia ocupar muito espaço na camioneta. Mas, enfim, o nosso seleccionador é cruel para com as pessoas pequeninas e ainda se pode arrepender quando um dia estiver a jogar contra uma Alemanha, precisar de tirar alguém e não tiver uma pessoa com menos de 1,50m para sair para a partir daí se jogar a sério.

De resto, a lista não me causa grandes perturbações. É óbvio que a ausência de Quim é bastante criticável, uma vez que é o melhor guarda-redes nacional, mas a selecção já nos habituou a deixar os melhores de fora. Desde que o melhor guarda-redes da Europa não foi convocado, tudo me parece pouco. Eduardo, Beto e Daniel Fernandes são fracos, no entanto, se com Ricardo já chegamos tão longe, acredito que com estes se pode fazer melhor.

Paulo Ferreira e Miguel eram uma obrigação desde a lesão de Bosingwa, Bruno Alves, Ricardo Carvalho e Rolando são inquestionáveis e Duda e Coentrão ganham por falta de comparência de alternativas.

Já Ricardo Costa e Zé Castro ganharam o estatuto de “surpresas” da convocatória. Como sempre acontece antes de uma grande prova de selecções, os comentadores ficam chateados por não prever um ou dois nomes e, por isso, ficam muito chocados e criticam o seleccionador. Claro que depois acontece como em 2006, quando foi um choque Maniche ser chamado, e este se tornou provavelmente no melhor jogador português nesse Mundial. Acho que Ricardo Costa pode ser bastante útil, uma vez que faz as 4 posições da defesa e que é bastante experiente a nível de selecções, e que Zé Castro deve ser apenas uma manobra de empresários, até porque vai “saltar” até à lista final de 23.

Pepe, Pedro Mendes, Raul Meireles, Deco e Tiago também não podem suscitar grandes dúvidas e Miguel Veloso, fazendo um grande esforço de compreensão, já que o moço até faz várias posições e pelo menos a sua barriga mete respeito, até pode ser.

Simão, Ronaldo, Nani, Danny, Liedson e Hugo Almeida também me parecem pacíficos.

No entanto, claro que já milhões (há quem diga que são seis) de vozes se juntaram a criticar Queirós. Porque faltam Carlos Martins, que não aguenta uma parte, e Rúben Amorim, que é o sócio número 18 mil e não sei quê. Já para não falar de Nuno Gomes, um mito das provas de selecções. Por acaso Queirós não tem culpa de David Luiz, Aimar e Saviola, por exemplo, não terem sido chamados, porque senão então é que estava o caldo entornado.

O futebol é tramado. Com Scolari, andavam todos contentes porque o Baía não era convocado, mas o Jorge Ribeiro e o Makukula eram. E, aproveitando esta onda papal que hoje se vive, só deus sabe como Jorge Ribeiro e Makukula foram muito mais úteis à selecção do que Vítor Baía. Mas agora estão chocados, porque não chamam quatro ou cinco jogadores de uma equipa que normalmente não joga com mais de dois portugueses. É um escândalo!

Meus amigos, tenham calma. Ninguém vos tira a liga dos túneis por causa de uma convocatória para o Mundial.

Resumindo, a lista de 24 não me aquece, nem me arrefece. Continuo a achar que o grupo está longe de ser tão forte como em 2004 ou 2006 e que o mais normal é Portugal não ir muito longe. Mas, sinceramente, estão a dar-me vontade de torcer por eles.

4 comentários:

  1. Só para acrescentar que o mister esteve mesmo muito bem em convocar o nosso mais temível pistoleiro. Afinal de contas aquilo é Africa far west do Sul e quem melhor do que um caboverdiano criado em chelas, com apetência por velhinhas, já com camuflado de origem e um ás à porta de qualquer discoteca a distribuir chumbo para servir de porta estandarte de Portugal?

    ResponderEliminar
  2. Só má língua. Até mete mojo.

    ResponderEliminar
  3. Continuo a achar que é azia escreveres depois do M. só para o CAMPEÕES não ficar como 1º post.

    tss tss...

    ResponderEliminar