sexta-feira, 8 de outubro de 2010

A cortina de fumo

Assistimos, na 2ª feira, a mais um espectáculo made in Torre das Antas. O clube culpado de tentativa de corrupção - e isto foi o estado de Direito - a nova religião portista - que decidiu - queixa-se das arbitragens. Repito: um clube que é culpado - há provas e veredicto - de tentativa de corrupção, queixa-se dos árbitros. É bonito. E foi também de uma ironia quase enternecedora.
O fóculporto, vá-se lá saber porquê, com tanta vantagem, está nervoso. Só isso explica a histeria e o ridículo a que se deram na 2ª feira.
Assim, André Villas Boas, numa excitação de miúdo, veio refilar para a televisão sobre uma arbitragem que o beneficiou num penalty claro e que o roubou num fora de jogo (Falcao até falha o remate, fica ao critério de cada um se remata com convicção ou não). E disse coisas bonitas: a primeira que era a segunda arbitragem escandalosa em Guimarães. Ou seja, o treinador do fóculporto admite que só tem a vantagem que tem porque o Benfica foi ESCANDALOSAMENTE roubado por Benquerença. Se calhar é por isso que está nervoso, sabe-se lá.


A segunda é que quando Villas pediu o famoso penalty do minuto 77 (que vai ficar para o futebol português como dos maiores fantasmas de sempre), diz que foram os seus jogadores que lhe disseram. Ora, quem é que está no lance? Quem é o jogador do fóculporto que está no lance e atira a bola contra a mão de Alex na fantasiosa versão andrade? Tchan, tchan, tchan, tchan... Ruben Micael! Ah, o Ruben! O Ruben é um rapaz que sofre de delírios, de confabulações várias. Ruben Micael foi testemunha a favor de Hulk no caso do túnel da Luz quando era jogador do Nacional. É, portanto, um rapaz com uma imaginação muito forte, com rapaz que vê onde não está, que vê aquilo que a TV mostra ser falso. Ruben Micael, vejam lá, é um rapaz tão de bem, que acusou Jorge Jesus e Rui Costa de dizerem palavrões (omessa!) no intervalo do Benfica - Nacional da época passada. Logo ele, que está num clube onde o presidente acha que "filho da puta" é a coisa mais normal no mundo do futebol. E o pobre do Villas caiu na armadilha. Podia ter acreditado no Helton, no Falcao. E não, foi no tipo com problemas psiquiátricos. Coitado, ainda deve estar à espera do jogo do seu clube em solidariedade com a Madeira, está a ficar afectado.


Mas o clube do juíz Mortágua até tem um comentador que é tão límpido, tão correcto, que se levanta e se vai embora quando outrém fala de escutas que, para ele, não devem ser divulgadas. O homem leva mesmo aquilo a peito, até ao fim. Até se levanta impressionado por não aguentar o choque. Achará Rui Moreira que o fóculporto passou a ser um factor de desconfiança perante o exterior?


Inacreditável. Vão em primeiro, tudo corre bem, têm juízes na mão, levaram árbitros ao Brasil, mas persistem no discurso dos coitadinhos que são perseguidos. A cortina de fumo é espessa, mas o ridículo transparece para lá disso.

4 comentários:

  1. Ah ganda Manel. Foi o fim de semana perfeito! Melhor só se tivesse dado direito aos 2 concertos e não só a um... Mas a suprema ironia do Martins a marcar e os 4 de Dublin a entrarem: é FOREVER!

    ResponderEliminar
  2. O Villas Boas é da casa, cresceu e fez quase toda a carreira pré-treinador principal no Porto. Como também, e infelizmente, não é parvo, sabe a manha toda que se pratica por essas bandas. Portanto, nada de novo. Quando se perdem os primeiros pontos atira-se fumo para o ar, e tenta-se descredibilizar as justas queixas dos outros com uma espécie de ruído tendente a "empatar" o campeonato dos erros de arbitragem pelo método do soundbyte, Que lá vai funcionando.

    Nada de novo, como disse. A mim importa-me mais que o Benfica vá continuando a recuperar, e que suprima a falta do Di Maria e do Ramires, mais a baixa de forma do Saviola e o eclipse futebolístico do David Luiz com maior raça e coração, ou seja, com uma dose extra de Carlos Martins e Javi Garcia.

    ResponderEliminar
  3. Não consigo encontrar a "suprema ironia" do Carlos Martins marcar pouco depois do concerto dos U2 começar. Não me digas que o Bono andou a dizer mal dele!!!!

    ResponderEliminar
  4. Isso é um auto de fé e eu não participo nisso!

    ResponderEliminar