quarta-feira, 20 de abril de 2011

Eles perfeitos e nós nada. E o Falcao? Porra.

Cheguei agora da Luz. Estou um bocado cansado, dói-me a cabeça. Estou lúcido: não há conversas: 5 jogos, 4 vitórias deles, e banhos tácticos atrás de banhos tácticos ao "Mestre". E o sorriso do Papa que alimenta fanaticamente o ódio contra nós. E é bem feita para não sermos tão estúpidos, tão boçais, tão arrogantes, tão portuguesinhos naquela mania do "já cá canta", tão pouco humildes, tão pouco trabalhadores, tão pouco corajosos. Sim, vou bater sem piedade numa equipa que me humilha, a mim, que me cai tudo por dentro quando não ganhamos, a mim e aos meus.
Ainda não tínhamos levantado o título do ano passado e já se prometiam epopeias na Champions. O nosso Presidente, no seu estilo "este título é meu e só ter ganho dois em dez anos é bestial, não é?" prometeu logo o deste ano. Estranha, então, a estratégia de vender os internacionais da selecção brasileira e argentina. Desculpem, não tenho tempo nem paciência para nomear todos os erros tácticos que fomos cometendo desde o Marquês 2009/2010 até ao dia de hoje. Apraz-me falar apenas da atitute. O essencial é que somos uns anjinhos, que somos uns iludidos. É fantástico que 30 anos depois, ainda não tenhamos aprendido quem é Pinto da Costa e os seus acólitos. Vocês viram o jogão dos homens hoje? A vontade de partir tudo, de morrer em campo? Algum Benfiquista sonha com um jogo daqueles no Dragão depois de levarmos 0-2 na Luz? Nem em sonhos, amigos.
Sim, concerteza que eles tem os árbitros, a Liga, a Federação e juízes na mão. Sim, ainda há o doping (ao Moutinho já só lhe falta voar), mas e então? Não é assim há 30 anos? Mas ainda estamos à espera que eles desaprendam? Rapaziada, é acordar, é trabalhar, é lutar. Eles ganham por default, já não somos nós. Já não há Eusébios, nem Colunas nem Nenés. O nosso plantel - vimos todos hoje, não vimos? - não tem qualidade, não é tão bom como o deles, porra.
Os homens atropelaram-nos e nós ali, sentadinhos na bancada, a reviver 30 anos. E se calhar vai ser igual na Liga Europa e para o ano. Porque a nossa direcção é de idiotas chapados que vivem a gamar-nos e que não percebem que para ganhar aqueles gajos é preciso estar sempre a 1000%. É preciso ter sempre um super plantel, super mentalizado, melhor que o deles, melhor que os Jorges Sousas e que os Xistras, melhor que tudo. E que se foda a Liga Europa e a Champions, temos é de ser nós campeões. Mas não, continuamos sem aprender. Continuamos convencidos que vamos ganhar só porque somos o Benfica. Isto desfaz-me. Isto mata-me. Ver, impotente, o jogo do Falcao, é-me melancolicamente doloroso. É um poema triste, mas ainda assim um poema. E a vontade do gajo, a maneira como ele salta, a elegância de cada movimento, de cada proteger da bola. E o Saviola e o Cardozo lá ao fundo, lentos, fazendo-nos a todos pensar qual o benefício de tantas poupanças (além da moralização da Naval do Mozer).
E é isto. Eu já tinha medo antes do jogo e confirmou-se. Vieira conseguiu fazer-me mais uma, conseguiu montar outra vez um Benfica que vou tentar apagar da memória.
Eu só queria acordar e ler amanhã nos jornais que o SLBenfica admitira, com humildade, a derrota. Há que suportar o gozo e a felicidade deles e ir trabalhar. Tentar com as armas que temos vencer o que falta e montar um plantel vencedor. E de preferência não o desfazer logo. Mas isto sou eu a sonhar, claro. Amanhã culparemos o árbrito, falaremos de injustiça, de azar, de qualquer coisa assim. E vamos continuar convencidos que somos os maiores. Talvez até ganhemos a Taça da Liga e alguns irão para o Marquês. O povo alegre, é o que se quer.
Estou farto desta felicidade absurda do Benfica. Estou farto, estou cansado, estou dorido de tanta porrada que levo desde que nasci.
Não me sai da cabeça aquele massacre, eles a aparecerem sempre mais rápidos, sempre mais perto, cada vez mais. Foram perfeitos, foda-se. E a culpa de não estarmos à altura é nossa e isso é embaraçante.
Parabéns, Catarina e família. Que festejem, que fizeram um jogão.
(E o Falcao, foda-se, o Falcao é tão craque)

2 comentários:

  1. M. tive ir dar uma volta a pé dps do jogo para desanuviar.

    e não é que deste os parabéns à Catarina e familia?

    P.

    ResponderEliminar
  2. tendo em conta o adiantado da hora a que escrevo estas palavras (a festa nos Aliados estava soberba!), peço encarecidamente: o último apaga a Luz, ok? obrigado! :)

    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

    Miguel | Tomo I

    ResponderEliminar