quarta-feira, 27 de abril de 2011

Mourinho é o melhor do mundo (só que este Barça existe)

O clássico de Espanha tem sido vivido com muita intensidade por cá. E a nossa casa não é excepção. Por acaso, desta vez, estamos do mesmo lado. Mas por razões diferentes, claro.

O M. é do real por defeito, um mal que se estende à maioria das pessoas do seu clube. No entanto, com o tiki-taka de Guardiola, começou a ver o que é bom e, quando Mourinho e o segundo melhor jogador do mundo foram para Madrid, foi obrigado a começar a torcer pelo Barça.

Já eu sempre fui do Barça. Foi por lá que passaram muitos dos meus ídolos – de Maradona a Baía -, admiro a identidade catalã e acho inevitável a comparação com o meu Futebol Clube do Porto.

Por isso, explico-me: eu não sou contra o real de Mourinho, do segundo melhor jogador do mundo, do nosso Ricardo Carvalho e do nosso Pepe; eu sou é a favor do Barça. E aqui reside uma grande diferença.

Mourinho fez parte do melhor que já tive na minha vida desportiva. Vou sempre admirá-lo pelo que fez connosco.

O Porto de 2002/2003 era fantástico e o de 2003/2004 foi campeão europeu. O chelsea era só um clube rico antes de Mourinho e o inter de Mourinho salvou por momentos uma liga italiana condenada à morte. No real, Mourinho já deu uma lição ao Barcelona de Guardiola e nada nos garante que não dê outra. Ele é assim: quanto mais o mundo torce para que falhe, mais ele ganha.

O currículo de Mourinho é invejável e provavelmente ele ainda vai ganhar em mais clubes. Guardiola já ganhou muito, mas ainda lhe falta ganhar numa equipa que não tenha Messis e Xavis. Tudo verdade. E Mourinho é português, pelo que compreendo que o ego lusitano precise dele para se afirmar numa Europa que por agora apenas nos vê como o país que está pior do que a Grécia.

Mas eu não sou obrigada a torcer por um clube dele. Principalmente quando o clube dele é o da monarquia da espanhola, do centralismo, dos milhões de adeptos daqui até à China (odeio a mania das grandezas, como sabem). E principalmente quando do outro lado está este Barça de Guardiola, a melhor equipa que eu já vi.

Comparar o estilo de jogo do Barça e do real dá vontade de rir. Sim, eu sei que o que interessa é ganhar e, se o Porto fosse a Camp Nou, era eu a primeira a aconselhar o Villas a meter 11 defesas. Mas, como não estamos a falar do meu clube, dá para eu torcer pelos melhores, por favor?

E o Barça é muito melhor do que o real. E o Messi é muito melhor do que o segundo melhor jogador do mundo. E o Pepe é muito bom, mas tem de resguardar a sua imagem de jogador agressivo. E o Ricardo Carvalho é um dos nossos, mas está do lado errado. E o Guardiola faz-me adorar futebol e o Mourinho gosta de jogar à ramaldense.


Para quem acha mesmo que 70% de posse de bola contra um remate à baliza não é suficiente: neste vídeo não são 10 contra 11; é um contra todos.

P.S. somos campeões em juniores e ganhámos por 10 ao slb em andebol. E estamos para aqui a falar do real-Barça porquê?

P.S. 2 Mourinho: ainda tens o número do Villas? Ele pode ensinar-te a dar a volta a um 0-2.

1 comentário:

  1. submarino ao fundo! :)

    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

    Miguel | Tomo I

    ResponderEliminar