quarta-feira, 21 de setembro de 2011

24 de Maio de 1997, o dia em que o cometa Halley passou no Estádio das antas

Leitor, se me lês e nasceste depois de 1976, assististe a muitos acontecimentos históricos na tua vida. Desde a queda do Muro de Berlim ao desastre de Chernobyl, passando pelo Mundial de 1986, onde viste Maradona destruir a Inglaterra e vingar as Falkland.
Eu, que nasci em 1984, não me lembro de Maradona em 86. E também não me lembro da passagem do cometa Halley, o cometa periódico cuja passagem é sempre um marco histórico. Aliás, o cometa Halley lembra-me sempre a história do professor de Filosofia do meu Pai, que na primeira aula se apresentou da seguinte maneira: "Em 1910, 3 factos abalaram o Mundo: Implantação da República Portuguesa, Passagem do Cometa Halley e o nascimento de Elidóro Sebastião Frescata, que sou eu!". E desta figura, que nunca conheci, mas cujo nome memorizei de tantas vezes ouvir a história, fiquei sempre com passagem do cometa Halley como um género icónico de momento raro. De Elidóro Frescata sublinho ainda que, no dia da morte de Salazar, colocou uma gravata vermelha e andou às voltas da estátua do liceu, o que merece sempre ficar por escrito.
Mas enfim, estava eu a dizer, caro leitor, que se nasceste depois de 1976, viste o cometa Halley. Talvez te lembres, talvez não, mas foi um momento raro, que só se voltará a verificar em 2061.
Ora, leitor, se nasceste depois de 1976, também assististe a um acontecimento com a raridade do cometa Halley: um penalty a favor do SL Benfica na casa dos azuis. Pois é, após um penalty nosso lá é tão raro como o cometa Halley e, desconfio, tem uma periodicidade diferente, mais difícil de calcular. Corria o ano de 1997, e o improvável herói foi António Costa, que num assomo ímpar de coragem, assinalou um penalty na área azul. Convém acrescentar que estávamos na 32ª jornada, que o fóculporto vencia por 2-0 e já era campeão. E que dez minutos depois António Costa expulsou um jogador do Benfica. Mas pronto, o homem marcou o penalty. E isso foi histórico, porque pessoas com 34 anos só viram esse e mais nenhum. Nem na Taça. No máximo, um livre de 7 metros no dragão caixa. Resta-nos aguardar que o próximo chegue antes de 2061!

E, na 6ª feira, é isto que vamos enfrentar. Uma equipa fortíssima suportada por um sistema que conseguiu que só nos fosse assinalado um - um! - penalty em sua casa nos últimos trinta e quatro - 34!!! - anos. Ao Benfica só se pode pedir um jogo perfeito, longe de qualquer caso. Como sempre, eles preparão o jogo com o ódio que os caracteriza. Não podemos ter medo desse ódio e não os podemos deixar embalar por ele. Temos de ser frios. Temos de ser muito inteligentes. Temos de controlar o Hulk (sem o marcar homem - a - homem, estás a ouvir, Jesus?), temos de explorar bem as costas deles e ser muito, mas mesmo muito inteligentes - já disse isto?
Força Benfica!

5 comentários:

  1. já eu tenho para contar o recorde de se assinalarem três grandes penalidades em dez minutos.
    convém recordar que o sr. do apito em questão torce (fervorosamente) pela equipa da casa - ao ponto de já ter afirmado que é adepto confesso. e também que, quando puto, faltou às aulas de anatomia (provavelmente para aprender certas e determinadas manobras de bastidores).

    ps: o «fóculporto» é o teu maior pesadelo, não é?
    agora, imagina lá tu que vais defrontar um clube centenário com o prestígio internacional que é o Futebol Clube do Porto. e que deveria merecer o teu respeito. é que é bem pior do que o (muito) "teu" «fóculporto», no sentido em que se tratou de um «cometa» que literalmente te apagou a Luz... desculpa lá a lembrança...
    põe pomadinha que isso passa.

    ResponderEliminar
  2. Sim, o Duarte Gomes é um exemplo de Benfiquismo, inclusive foi águia de ouro quando assinalou aquele penalty do Jardel... Aquilo é que foi fervor. E desses 3 penalties, só um não é e no segundo fica por expulsar o jogador. Pormaiores.
    Para mim o Futebol Clube do Porto, assim com maiúsculas, é a Catarina, a família e mais 3 ou 4 Portistas. Para esses é com maiúscula, educada e respeitosa. Por serem quem são, não pelo clube.
    De resto, não tenho paciência para esses moralismos. É capaz de ser mais grave mandar putas ter com árbitros ou bater em jornalistas do que gozar com a forma como se pronuncia um nome, digo eu. Um abraço, com pena da boca da "pomadinha". Até gostava dos teus comentários.

    ResponderEliminar
  3. O FCP é nojento mas só consegues falar de nós para minimizar conquistas nossas. Nós falamos de vocês para ridicularizar as vossas derrotas.

    Diogo SD (a C. sabe quem é...)

    ResponderEliminar
  4. PS: Até sexta... E se tudo correr como o ano passado, precisas de 5 penaltis - CINCO - para Empatar no Dragão.

    - Carregamos ao peito o que nos distingue!!


    Diogo

    ResponderEliminar
  5. Como Portista fanático tenho que admitir, depois do Man unit e do F.C.P. que esta é a equipa mais inteligente do Benfica que eu já vi em campo (nasci para o futebol em 97), e que seria perfeitamente capaz de ganhar este campeonato, graças a Deus de ter um filho tão burro, o Jorge.

    Este é provavelmente o melhor plantel que eu já vi no Porto, mas também é o com menos identidade, o melhor exemplo disso é o nosso ponta de lança !

    ResponderEliminar