terça-feira, 11 de outubro de 2011

Elogio à minha namorada

Há quem escreva cartas de amor. As coisas ridículas, etc, etc. 
Eu hoje escrevo à Catarina porque percebi que há coisas que só uma namorada tão fanática como eu me podia dar. A Catarina é bonita, inteligente, tem sentido de humor. É daquele clube, mas eu consigo evitar pensar nisso. O que se passou hoje será motivo de inveja por milhões e milhões de fanáticos por todo o mundo (sim, acredito que este blog é lido a uma escala mundial). 
Vamos de férias e faremos escala em Londres. Outros quereriam ver o Big Ben para tirarem fotografias para o facebook. Não foi preciso conversar com a Catarina para procurar um jogo da Premier League.
O que é extraordinário é que o elogio não é este. Eu sei, eu sei. Muitos de vós, leitores, não eram capazes de convencer a vossa namorada a ver um derby de Londres e isso deve ser absolutamente deprimente. Mas a Catarina está noutro nível. Acontece que nesse dia só o Chelsea - Everton, mas era impossível para apanhar o voo da noite. E eis que a Catarina diz as palavras mágicas: "E da First Division?".
Não sei se cheguei a chorar, mas foi quase. "First Division?". Lamento o machismo completamente retrógrado, mas quantas raparigas no mundo pensariam nisto? E destas, quantas sugeririam, em vez de ir ver o Big Ben, ir a um West Ham - Blackpool? E são momentos como este que me fazem esquecer que a Catarina gosta de um clube que, bom, enfim. 
E pronto, deixei um elogio público à minha namorada. Não por ela ser a mulher mais linda do mundo, que é, mas porque sugeriu irmos ver um jogo da "First Division". Um jogo que pelos vistos também não vamos conseguir ir ver, mas o que conta é a intenção.
A Catarina jura que eu disse: "Nunca te amei tanto como neste momento". É capaz.

Sem comentários:

Enviar um comentário