domingo, 2 de outubro de 2011

FC Porto mais perto da permanência

Aí está uma sugestão para o pequeno título de amanhã no canto inferior direito da primeira página da d'A Bola, ao lado do "CORAÇÃO DE LEÃO" e por baixo de uma entrevista exclusiva ao roupeiro do benfica, com uma citação super noticiosa, do género "NINGUÉM NOS PÁRA" ou "O JESUS TEM UM PENTEADO MUITA FORTE".

O FC Porto venceu em Coimbra uma equipa forte, que tem feito um bom campeonato e num jogo em que tinha muito pouco a ganhar, mas tudo a perder. É verdade que a pressão existia, após dois empates e uma derrota vergonhosa na Liga dos Campeões. Interna, claro, porque estamos habituados a ganhar sempre. Mas sobretudo externa, daqueles bichos papões que vêem em cada percalço do Porto um passo dado em direcção ao seu desejo imenso de que este clube acabe.

Gostei do jogo. Sem ter sido brilhante, a equipa soube ser eficaz e gerir o resultado. Posso sempre pedir mais, mas, enfim, por agora acho que chega, uma vez que o grande objectivo desta partida passava por evitar ficar a 20 pontos do benfica e a 15 do sportem.

É que os portistas que andam para aí a mandar vir com a sua equipa ainda não repararam, mas nós, mesmo sem perder, estamos a ficar cada vez mais para trás no campeonato. Não é naquela coisa idiota dos pontos, a que nos costuma deixar não sei quantos à frente dos outros. É numa outra, algo de imensurável, quase divino até.

É que eu este fim-de-semana vi os jogos super difíceis da malta da 2º circular, contra adversários tão amigáveis, e vi gente a cantar durante meia hora seguida, estavam aos saltos e a bater palmas, dizem que o benfica é a paixão deles e que o sportem é o seu grande amor.

E tive inveja daquilo. Porra, eles são tão felizes. Eu gostava de andar assim extasiada como aquela gente. Mas não, passei o jogo com a académica a roer as unhas e a pensar que temos de ganhar os próximos jogos todos, para não os deixar escapar ainda mais.

1 comentário:

  1. caríssima C.,


    hoje fomos capazes de «dar uma resposta à Porto».
    e, para mim, foi uma reposta inequívoca, convincente e categórica, pelo que a Equipa está de Parabéns e o mister ganha um novo fôlego junto de muitos de nós, descrentes das suas capacidades - onde me incluo (confesso).

    assim, reconheço que, por ainda haver algumas "arestas por limar", a próxima paragem no campeonato (para os comprimissos da Selecção) será benéfica.


    somos Porto!, car@go!


    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todos vós! ;)

    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar