quinta-feira, 24 de novembro de 2011

A minha rebelião

Ser do FC Porto, por vezes, cansa-me. Na maior parte do tempo, vivo feliz com isso, sorrio às caras mais enfadonhas que vão passando e nem sequer me gabo muito, porque ser do FC Porto é honra suficiente, não tenho de estar sempre a vincá-lo aos pobres sofredores. Mas, às vezes, muito raramente, as coisas correm mal ao FC Porto. E, aí, canso-me.

Canso-me, por exemplo, de abrir os jornais. O critério editorial é: quando o FC Porto ganha, ignora; quando o FC Porto perde, primeira página. E isso cansa-me. Como me cansa também ler notícias que citam fontes super próximas sobre rebeliões e presidentes à beira da morte. Não gosto que o FC Porto seja o centro das atenções. Prefiro mil vezes uma manchete dos três golos do Mantorras no treino ou de uma nova casa do sportem numa aldeia timorense com três habitantes.

Também me canso de falar disso. Com os verdadeiros portistas, discuto tácticas, opções, prós e contras de cada uma das hipóteses. No fim, basicamente, confiamos no presidente. Com os que se dizem do FC Porto, mas que torcem pelos outros, para poderem dizer que tinham razão e que o treinador é uma besta, com esses canso-me. Não sou do mesmo clube do que essa gente. Eu sou dos que apoiam, dos que acreditam, dos que estarão cá para chorar as poucas derrotas de forma tão intensa como para comemorar as muitas vitórias.

Não sou de ir para a baixa gritar a noite toda, nunca fui, nem ando a pedir autógrafos aos jogadores quando tudo está bem. Mas também não sou de ir para o aeroporto dar moral aos adversários quando as coisas correm mal. Nunca irei assobiar o Hulk, para depois, quando formos campeões com 20 golos dele, vir dizer para a televisão que sempre foi o meu jogador preferido. Nunca irei atirar uma tocha para dentro do carro de um treinador campeão (bem, na verdade pretendo passar a vida toda sem atirar uma tocha para o carro seja de quem for, mas nunca se sabe).

Canso-me, sobretudo, de não ver o meu Porto à Porto. A primeira parte em Donetsk trouxe-nos mais do mesmo daqueles 11 rapazes que vestem uma camisola que não sentem. Ao intervalo, visualizei o FC Porto nas primeiras páginas de amanhã. Qualquer coisa simples como "Adeus, Champions", mais complexa como "A Taça e a Champions já foram e o campeonato é para o nosso benfica", ou ainda "O Porto é uma grande merda, o derby de sábado é que vai ser de Alto Prestígio". Mas não. A segunda parte mostrou-me que ainda há algo ali, no meio de tanta gente interessada em ganhar dinheiro, que sabe o que é ser Porto.

Helton foi gigante, Hulk resolve sozinho e Moutinho ainda é Moutinho. A rebelião deles também foi a minha rebelião. Estou cansada de aturar adversários sedentos e, principalmente, falsos camaradas. Ou estão contra nós, ou estão contra nós. Já deviam saber que isso nos torna mais fortes.

Agora é ganhar no domingo e seguir em frente.

P.S. Para os que me acusam de optimismo desenfreado, avisem-me por favor quando chegar ao cúmulo de aplaudir a minha equipa quando ela deixar o maior rival ser campeão no meu estádio, depois de ter levado 5 fora e ainda à espera de uma reviravolta na Taça.



Só descobri este vídeo esta semana, reparem a partir do minuto 1.19

4 comentários:

  1. belos tempos ;)

    quase no final do vídeo, até pensei que poderia ter dado uma síncope ao sr. que verbaliza uns torpilóquios em homenagem a um seu familiar...
    afinal, era só azia ;)


    somos Porto!, car@go!
    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todos vós! ;)

    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  2. LOL mas que grande video Puxa!!! A serio, que prazer me dá recordar este dia! As escuras e com rega, mas que grandes festejos.
    Mas não posso deixar de dar os meus parabéns a estes que ficaram até ao fim a ver o Campeão a festejar. Será que estavam a tentar aprender alguma coisinha?! lol E a alegria demonstrada com o apagão e a rega?! LOLOL

    ResponderEliminar
  3. Meu Deus, k lindo! Fico emocionada só d ver! Estes lampiões dão-m a volta as estômago! Kakakaka :-) E o k n nos mata torna-nos ainda mais fortes! FCPORTO, amo-t e amar-t-ei smp

    ResponderEliminar
  4. Confesso que já vi este vídeo várias vezes e só agora reparei na delícia de vê-los aos gritos a dizer ao Roberto para subir no último canto LOL

    ResponderEliminar