segunda-feira, 25 de novembro de 2013

De Dortmund a Coimbra

No fim-de-semana jogou-se um Dortmund-Bayern em que Klopp foi derrotado por Guardiola por 3-0. No final, os adeptos do Borussia fizeram isto:



Não sei se sou eu que sou muito fácil (eu choro com os livros de Nicholas Sparks e com aqueles episódios da Anatomia de Grey em que morre alguém muito especial), mas isto emociona-me. Há qualquer coisa neste vídeo que me deixa arrepiada, sem palavras, com vontade de ir a correr para ali.

Ora bem, situemo-nos. A equipa destes adeptos acaba de levar três secos do rival em casa, rival esse que ainda há uns meses os derrotou na final da Liga dos Campeões. Portanto, estamos a falar de uma das maiores humilhações de sempre. Qualquer adepto, dado a escolher entre isto ou uma queda do Everest sem qualquer equipamento de protecção, prefere a segunda, sem hesitações. Mas os adeptos do Dortmund não puderam escolher e aconteceu-lhes o pior. No entanto, no fim, fizeram isto à sua equipa.

Posso ser eu que sou muito violenta (eu torcia para que o Harry Potter fizesse feitiços Avada Kedavra a todos os Devoradores da Morte que o atacavam, mas ele era um menino e ficava-se pelo Expelliarmus. Explicando isto para muggles como o M., significa que há um grupo de pessoas muito más que vos está a tentar matar e tudo o que vocês fazem é tirar-lhes a varinha mágica da mão... Não ajudou muito à credibilidade do meu texto eu falar em varinha mágica e feitiços e mostrar que ainda penso nisto, pois não? Enfim, adiante), mas se um dia me acontecesse semelhante desastre (vade retro Voldemort!) tenho a certeza que no fim não faria isto. Poderia imolar-me pelo fogo para tentar apagar qualquer vestígio de tal resultado, mas isto não.

Mas os adeptos do Dortmund não o fizeram por serem uns totós como o Harry Potter. Os alemães não são propriamente conhecidos pelo seu lado doce e sentimental, capaz de perdoar a dívida de países em ruínas. O que aqueles adeptos sentiram, aquela gratidão mesmo perante um resultado tão mau, foi que aqueles jogadores fizeram o melhor que podiam. Não ganharam porque os outros foram superiores. Mas jogaram muito bem, correram, suaram, tentaram, nunca desistiram. Não ganharam porque isto é futebol. E quem tem visto estas duas equipas a jogar sabe do que se trata: do melhor futebol do mundo. Que mais pode um adepto pedir?

Espero que tal vídeo sirva não só para nos questionarmos enquanto adeptos (quantos não irão a Coimbra no sábado porque estamos a jogar mal, porque está frio, porque é de noite, porque a Terra é redonda, enfim?), mas sobretudo para que a nossa equipa se questione enquanto Porto.

Da nossa parte, peço-vos que notem que estamos em primeiro e que, apesar da confusão, da falta de consistência depois da meia hora, das vantagens que nunca conseguimos segurar e de mais uns assuntos que não vou abordar para isto não se tornar uma palestra à Paulo Fonseca e vocês adormecerem, estamos a jogar melhor – ou menos mal, para ser exacta. Os últimos dois empates foram fruto de erros individuais gravíssimos (e não falo só dos defesas, porque um ponta-de-lança de categoria também não pode falhar um lance isolado no último minuto) e nem toda a gente pode ganhar jogos levando duas bolas na barra e marcando através de um falhanço do adversário.

Não quero pintar um cenário cor-de-rosa. É óbvio que isto está a correr mal e que, se continuar assim, vamos ter problemas. Mas os que só querem sangue – o treinador na rua, a contratação devolvida, o extremo crucificado, o central esventrado – esses são sempre os mesmos. Já o ano passado e há dois anos e há três e há dez o queriam. E não iam a Coimbra na mesma, mas acabavam a festejar os títulos.

À equipa, peço-vos que joguem o vosso melhor, que corram, que suem, que tentem, que nunca desistam. Só assim, fazendo a vossa parte, me terão na bancada como os adeptos do Dortmund: com a certeza de que não se pode ganhar sempre, mas grata por terem feito o melhor que podiam. Não é o caso, meus caros, e espero que isso acabe já no sábado. Lá estaremos.

3 comentários:

  1. Bem...depois disto,
    Lá estaremos !!!!

    ResponderEliminar
  2. Antes de Coimbra, paragem obrigatoria no Dragao (3a feira).
    Adeptos sao para apoiar.

    ResponderEliminar
  3. Concordo plenamente com tudo o que disse, mas de notar que o 0-3 não foi nenhuma humilhação para o Dortmund, a não ser para quem só olhe para o resultado e não saiba o que aconteceu durante a semana antes do jogo.

    ResponderEliminar