segunda-feira, 27 de abril de 2015

Uma semana

Boa noite, caro leitor. Enquanto lhe escrevo estou a ouvir uma música triste. Comecei a fazer isto quando tinha desgostos amorosos com rapazes. Agora tenho um marido maravilhoso, por isso posso finalmente fazê-lo só quando tenho desgostos amorosos com o meu clube.

É que eu levo isto mesmo muito a sério. Quando o FCPorto ganha, o meu pensamento não é “vou gozar o meu marido”, embora isso tornasse este blog (e este casal) muito mais interessante. Quando o FCPorto ganha, eu fico mesmo é feliz. Sou mais eu, não sei explicar. Quando o FCPorto perde, eu venho escrever-lhe porque nem sequer consigo dormir. E eu, caro leitor, gosto mesmo de dormir. Quase tanto como do FCPorto.

Mas tenho de admitir que há uma semana quase que vim aqui escrever-lhe. Não sei o que me travou, caro leitor. Provavelmente, o saber que tudo podia mudar em breve. Não arrisquei ouvir uma música mais alegre, dançar até um bocadinho, e agora estou arrependida. Devia ter aproveitado. Devia ter dançado. Devia ter escrito.

Vamos lá imaginar o que teria saído. Que o FCPorto fez um jogão. Que estou mesmo feliz. Que o Lopetegui é a nossa melhor contratação. Que o Jackson é o melhor do mundo. Que o Quaresma está feito um jogador de equipa. Que estes rapazes querem mesmo. Que só podemos acreditar. Caro leitor, seja sincero: a música alegre deixa-me mais estúpida ou ainda se lembra que isto era mesmo assim?

Hoje, a música é outra. Tenho de escrever que já vi amigáveis mais emocionantes do que este clássico. Que eles não jogam nadinha. Que nós não quisemos nadinha. Que não festejo épocas sem títulos. Que não me revejo em beijos e abraços a rivais. Que estou triste e não é só pelo desgosto do empate. É porque temo, caro leitor, que esta história esteja a tornar-se repetitiva.

Há uns anos, a verdade é que eu não teria hesitado em escrever. Há uns anos, o FCPorto também não teria hesitado em vencer. Falhámos os dois. Não adianta, caro leitor, pensar muito sobre quem tem mais culpa. Se eu, por ter mudado de texto numa semana, se o FCPorto, por ter mudado de vontade numa semana. O mundo não vai acabar por causa disso. O campeonato, muito provavelmente.

2 comentários:

  1. Como eu te compreendo C. Sinto-me da mesma forma, não reconheço este Porto, nunca vi tanta falta de querer, a derrota em Munique, pode pesar nos jogadores, mas porra eles não jogam mesmo nada é inacreditável como perdemos este campeonato, inacreditavel... Dormi tão bem a semana passada e esta regressa a chuva e os pesadelos.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. Mon Dieu!
    Que dramáticos vocês me saíram !!
    Eu é que não reconheço estes adeptos... Chiça! Que mariconice! - Inacreditável? Vejam bem o que aconteceu e perguntem o que se poderia ter feito melhor! Esquecem-se que a equipe teve de começar antes do tempo a preparação, porque tinha um jogo crucial para entrar na Champions - essa "culpa" o treinador herdou-a, não a fez: esquecem-se que muitos jogadores estiveram um mês afastados, ou porque foram jogar ou porque estiveram lesionados; esquecem-se do andor, esquecem-se que chegamos aos quartos da Champions e que esse dinheiro vai permitir equilibrar as contas...
    Jogamos o que nos deixaram jogar!
    Ok, perdemos ingloriamente no Dragão contra esta mesma equipe... Foi. E deixamo-nos empatar na Choupana... e, depois? pomos tudo em causa por isso? Ah!

    ResponderEliminar